Ir para fora

O governo prevê que a taxa de desemprego atinja uma média de 15,5% para o total de 2012, subindo para 16% em 2013.

Neste contexto, quase 70% dos jovens universitários fazem planos para emigrar, segundo um inquérito nacional muito recente realizado pelas associações académicas e de estudantes universitários.  http://economico.sapo.pt/noticias/quase-70-de-universitarios-tem-planos-para-emigrar_150211.html

A pensar nisto, o Instituto de Emprego e Formação Profissional criou uma página onde pode consultar tudo o que necessita para trabalhar fora do país:

http://www.iefp.pt/noticias/Paginas/TrabalharNoEstrangeiroInformeseAntesDePartir.aspx

Anúncios

2 responses

  1. Cá está um post que me provoca reacções contraditórias… por um lado, tomar conhecimento de um site de interesse para os nossos filhos que projectam emigrar, e para os pais que vão querer dar os melhores conselhos.
    Por outro lado, a constatação do aspecto negro da emigração… a desestruturação das famílias; o empobrecimento do país ao ver sair os melhores alunos universitários.
    Triste sina a nossa!…

  2. Partilho dessa ambivalência de sentimentos. Tratando-se, porém, de um público que manifesta uma vontade e estando menos vulnerável socialmente, quer pela retaguarda familiar, quer por estarem em inicio de carreira, deve ser dada toda a informação para aumentarem o leque de oportunidades de emprego.Mas claro, é de lamentar.

Deixe o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s