Pague o que achar justo

Se for ao restaurante “Canastra Azul”, na Rua das Taipas, no Porto, chega ao fim e só paga o que achar justo. É o cliente que faz o preço, mediante a refeição e o o serviço prestado. A factura resulta de um valor sentimental. Não haverá lugar, pois, a reclamações.

Neste ambiente de antiga e tradicional casa de pasto, poderá encontrar petiscos portugueses, com destaque para as conservas tradicionais.

Anúncios

Deixe o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s