Dia do Trabalhador

E por que não o Dia do Desempregado? Afinal a taxa de desemprego em Portugal atingiu os 15%. Em Março deste ano, estavam  661.403 desempregados inscritos nos Centros de Emprego, sendo a faixa etária dos jovens, a que mais se ressentiu com o aumento do desemprego.

A revista Forbes publicou em 21/03/2012, um artigo baseado num estudo realizado online, pela Harris Interactive, em nome da CareerBuilder, a 3.023 gestores e profissionais de recursos humanos entre 9/11 e 5/12 de 2011, onde os especialistas sistematizaram 10 dicas para ajudar a obter um emprego (Tradução livre e resumida):

1- Aceitar trabalhos temporários ou contratos a termo certo.
“A chave é fazer com que as pessoas vejam o seu trabalho e o que é capaz de fazer”. “Se fizer um ótimo trabalho, o mais provável é que, quem o contratou, poder recomendá-lo para uma posição permanente.”

2- Frequentar um curso

“Na sua carreira, nunca pare de aprender, quanto mais competência técnica tiver, melhor,” “Enquanto tira um curso está também a demonstrar que é sério no seu trabalho e que toma iniciativa.” Outra vantagem: é uma grande oportunidade de networking.

3- Ser Voluntário

“Quando oferece algo, está a anunciar a potenciais empregadores algo sobre si como pessoa”. “Quando as empresas estão a contratar, para além de quererem pessoas que possam fazer o trabalho, querem pessoas com carater e integridade.”

4- Iniciar o seu próprio negócio
Começar um negócio pode ser muito demorado e caro. Se tem os meios para fazê-lo, é um reforço grande no currículo e uma ferramenta de marketing maravilhosa. “Pode também aprender as habilidades que são transferíveis, se acabar a trabalhar para alguém novamente.”

5- Iniciar-se num blog profissional

Pode ser uma boa maneira de entrar no mercado de trabalho. “Leva as pessoas a vê-lo como um perito no seu campo”. “Os potenciais empregadores vão encará-lo como alguém que tomou a iniciativa durante a sua procura de emprego para publicar sobre algo com que realmente se preocupa: a sua carreira”.

6- Seguir as tendências e informação sobre as áreas profissionais
Os especialistas da CareerBuilder afirmaram que a tecnologia da informação, engenharia, saúde, vendas e atendimento ao cliente, estão entre as principais áreas para a contratação de todo o país (E.U.A). Siga, portanto, toda a atualidade.

7- Usar o tempo para lhe surgirem ideias
Quer se trate de uma ideia para uma campanha de marketing, um novo fluxo de receita, redução de custos, etc, os candidatos que aparecem numa entrevista com idéias, demonstram que são apaixonados, conhecedores e que estão entusiasmados com a oportunidade.

8- Estabelecer ligações
Explore a sua rede de contatos em amigos, família, organizações sociais e profissionais. Demonstre que está à procura de um emprego, e peça ajuda para estabelecer ainda mais ligações com as organizações em que está interessado.

9- Acompanhar a candidatura ao emprego

 De acordo com CareerBuilder, os candidatos não seguem o empregador depois de enviar seu currículo para análise. É importante dar esse passo extra para demonstrar que continua interessado no emprego. Enviar um agradecimento após uma entrevista, poderá fazer a diferença; e-mails são aceitáveis.

10- Usar palavras-chave
No envio do seu currículo, lembre-se de usar palavras-chave. Os empregadores já estão a usar dispositivos eletrónicos de busca  incluindo palavras específicas. Adapte o seu currículo para que apareça mais nessas pesquisas.

E se estas dicas lhe interessaram, não deixe de assistir ao Hino da Rádio Comercial, em  http://youtu.be/SbdJTkgpQZY , pois é uma lufada de ar fresco, no meio de tanta desilusão!

 

Anúncios

4 responses

  1. Subscrevo a criação do Dia do Desempregado… Boa ideia!
    Era uma forma de potenciar iniciativas focadas neste flagelo e, quem sabe, o aparecimento de novas formas e ideias para a criação de empregos!…

    Parabéns pelas dicas muito úteis para quem procura emprego.
    Júlio resende

  2. A comemoração do dia do trabalhador, pressupõe inevitavelmente a exaltação do direito ao trabalho. Com a salvaguarda dos direitos e deveres dos trabalhadores, interessa neste momento crítico da nossa economia e finanças, encontrar estratégias direccionadas para inverter a tendência crescente do desemprego. Por muitas voltas que se dê ao assunto, uma coisa é certa, todos os intervenientes terão forçosamente que se sentarem à mesma mesa (Governo, Sindicatos e Confederações Patronais). Para combater o desemprego é preciso apostar fundamentalmente no investimento, interno e externo, criando novas empresas e assim mais empregos. Ao nível individual, as dicas mencionadas no post, dão orientações muito importantes para quem procura emprego.

  3. Um dia em que as duas maiores distribuidoras (pingo doce e continente) procuram desesperadamente retirar pessoas às ruas da manifestação legítima e necessária, acenando com descontos de 50%…
    Não sei que nome dar a isto!!

  4. A seguir á abertura dos supermercados em toda a força no dia de hoje (1º de Maio), só falta isentar estas cadeias do pagamento de impostos, para que possamos chamar com todas as letras “República das Bananas”!

Deixe o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s